Ilhas Bruma – Açores

Açores Online "Antes morrer livres que em paz sujeitos"

Concurso da empreitada da nova Escola Canto da Maia será lançado “em breve”

O concurso da empreitada de construção da nova Escola Canto da Maia, em Ponta Delgada, uma das quatro escolas da ilha de S. Miguel com telhados de fibrocimento, será lançado “em breve”, afirmou hoje o Secretário Regional da Educação e Cultura.

Avelino Meneses, que falava aos jornalistas no início de uma visita a esta escola básica e integrada, reafirmou a vontade do Governo dos Açores de concluir até 2018 o processo de remoção de telhados de fibrocimento em todos os estabelecimentos de ensino público, dando cumprimento com um ano de antecedência às diretivas europeias sobre esta matéria.

O Secretário Regional afirmou, a propósito do amianto nas escolas, que “é preciso ter alguma moderação”, salientando que se “tem feito uma correlação abusiva, mesmo irresponsável, entre a existência de tetos de fibrocimento portadores de amianto em algumas, poucas, das nossas escolas e a eventual contração de doenças, particularmente de cancros”, entre a comunidade escolar.

“Essa correlação não pode ser feita”, frisou Avelino Meneses, relembrando que foi elaborado em 2014, através de uma empresa regional em articulação com uma empresa internacional, um estudo em três das escolas da ilha de S. Miguel com telhados de fibrocimento, concretamente na Canto da Maia, nos Arrifes e nas Capelas.

“O resultado foi o seguinte: na Canto da Maia e nos Arrifes não se detetaram partículas de amianto em suspensão no ar e, no caso das Capelas, apenas em seis dos 34 sítios que foram pesquisados se detetaram algumas partículas de amianto em suspensão”, afirmou o Secretário Regional.

Avelino Meneses acrescentou que, no caso das Capelas, “foi feita uma análise complementar e chegou-se à conclusão de que as partículas em suspensão ficavam muito aquém dos índices de perigosidade”.

“De qualquer maneira, isto não serve para dizer que queiramos eternizar os tetos de fibrocimento nas nossas escolas. Esse não é efetivamente o objetivo”, assegurou.

Nesse sentido, estimou que as obras nas escolas dos Arrifes, da Lagoa e das Capelas, estabelecimentos com tetos de fibrocimento, estejam concluídas em 2018, rejeitando que, nesta matéria, dada a quantidade de obras em curso no setor da educação, construções de raiz ou de remodelação profunda, se registem atrasos significativos.
GaCS/PB

Anúncios

Comments are closed.

%d bloggers like this: