Ilhas Bruma – Açores

Açores Online "Antes morrer livres que em paz sujeitos"

Aberto concurso público internacional para corte, venda e reflorestação de 92 hectares de criptoméria nos Açores

O Governo dos Açores, no âmbito da medida de dinamização da fileira da madeira inscrita na Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial, abriu um novo concurso internacional para o corte, venda e reflorestação de sete lotes públicos regionais de criptoméria, na ilha de São Miguel.

Os 92,1 hectares agora colocados a concurso localizam-se nos núcleos florestais da Tronqueira, da Lomba de São Pedro e de Água Retorta, no Perímetro Florestal da Ilha e Matas Regionais, tendo sido sujeitos a Estudo de Incidências Ambientais.

Os lotes em causa foram distribuídos por forma a minimizar os impactos ao nível do solo, da alteração de regimes hidrológicos, da biodiversidade e da paisagem, tendo ainda sido acautelado o valor dos chamados ‘serviços da floresta’, nomeadamente as funções de proteção, conservação e estabilização dos solos, das linhas de água e da biodiversidade.

O aproveitamento de boa madeira de árvores em fim de vida e a replantação de matas públicas pretende contribuir, entre outros objetivos, para a criação sustentada de postos de trabalho, diretos e indiretos, no setor privado.

Outro dos objetivos desta medida do Governo dos Açores é o de potenciar o surgimento de novos negócios na área da transformação e inovação associada à fileira da madeira e contribuir para o aumento das exportações.

A floresta dos Açores tem 12.698 hectares de matas de criptoméria, dos quais cerca de 4.500 hectares estão sob gestão da Região, sendo 2.119 em São Miguel.

A madeira de criptoméria ostenta uma imagem de marca e é de excelente qualidade, possuindo um campo de utilização próprio onde quase não tem concorrentes pela facilidade de conversão, secagem, durabilidade, textura e aspeto estético.
GaCS/OG

Anúncios

Comments are closed.

%d bloggers like this: