Ilhas Bruma – Açores

Açores Online "Antes morrer livres que em paz sujeitos"

Governo dos Açores confiante na retoma do setor da construção civil

O Diretor Regional das Obras Públicas e Comunicações defendeu hoje, em Ponta Delgada, que o setor da construção civil nos Açores deve continuar a apostar na reorganização, atualizando as estratégias à luz das necessidades do mercado e, sobretudo, virando mais a atividade para áreas como a reabilitação urbana, a manutenção da rede viária, a conservação do património e a beneficiação de edifícios e infraestruturas.

Bruno Pacheco, numa intervenção num seminário sobre o futuro da construção civil nos Açores, salientou a confiança do Governo dos Açores na retoma do setor, que começa a apresentar um crescimento moderado na Região, o que faz com que os Açores comecem a destacar-se positivamente em relação à realidade do todo nacional.

A título de exemplo, o Diretor Regional referiu que nos primeiros quatro meses deste ano, e comparativamente a todo o ano de 2014, o número de edifícios licenciados nos Açores subiu de 194 para 221 e o total de fogos em construções novas para habitação passou de 68 para 85.

Bruno Pacheco lembrou ainda o trabalho que o Executivo açoriano tem vindo a desenvolver para mitigar os efeitos da crise na área da construção e apoiar o melhoramento do setor, proporcionando um novo enquadramento para um crescimento sustentável.

Nesse sentido, apontou a criação, em 2013, da Carta Regional das Obras Públicas (CROP), que prevê que seja realizado até 2020 um investimento de cerca de 560 milhões de euros, e a implementação do Catálogo dos Materiais Endógenos ou Produzidos e Transformados na Região, que garante o aumento do uso dos materiais produzidos na Região, potenciando a dinâmica das empresas regionais e alavancando o setor da construção.

Bruno Pacheco referiu ainda o exemplo da Resolução do Conselho de Governo, aprovada este ano, que prevê um investimento de cerca de 20 milhões de euros em 23 empreitadas de requalificação da rede viária regional em todas as ilhas.

Na sua intervenção, o Diretor Regional das Obras Públicas e Comunicações destacou a importância do reposicionamento do setor da construção civil nos Açores, justificando que só assim será possível o surgimento de novas empresas, mais especializadas, orientadas para as necessidades da nova realidade e adaptadas aos meios financeiros disponíveis atualmente.
GaCS/DROPC/HB

Comments are closed.

%d bloggers like this: