Ilhas Bruma – Açores

Açores Online "Antes morrer livres que em paz sujeitos"

Monitores desfibrilhadores com transmissão de dados online em todos os Centros de Saúde

O Secretário Regional da Saúde anunciou que, a partir de hoje, todos os Centros de Saúde dos Açores dispõem de equipamentos de monitores desfibrilhadores com transmissão de dados online, o que vai permitir uma “resposta de qualidade aos utentes”.

A aquisição destes novos dispositivos, na sequência das melhorias que têm vindo a ser implementadas no Serviço Regional de Saúde, visa “garantir uma medicina de maior proximidade e de melhor qualidade”, frisou Luís Cabral, que falava na apresentação e entrega deste equipamento na Unidade de Saúde de Ilha do Corvo, a que assistiu o Presidente do Governo, Vasco Cordeiro.

“Este sistema possibilita o acompanhamento e aconselhamento à distância, em contexto de urgência, efetuado pelo médico regulador do Serviço Regional de Proteção Civil às Unidades de Saúde de Ilha, especialmente das ilhas sem hospital, o que permite que os médicos de Medicina Geral e Familiar se sintam mais apoiados na sua decisão clínica”, frisou Luís Cabral.

Neste projeto específico, segundo o Secretário Regional, “há uma transmissão, em tempo real, dos sinais vitais captados através de um equipamento próprio para o efeito, permitindo a análise à distância do traçado eletrocardiográfico, curva de saturação e capnometria, valores de pressão arterial e até da qualidade das manobras de suporte avançado de vida”.

Este sistema, que representa um investimento de cerca de 400 mil euros do Governo Regional, “garante proximidade em todas as ilhas e facilidade de comunicação”, assim como uma “diminuição das evacuações que não têm necessidade de serem realizadas e uma maior celeridade naquelas que têm realmente de ser efetuadas”, acrescentou.

A utilização destes equipamentos desfibrilhadores com transmissão de dados online, segundo Luís Cabral, é especialmente útil tendo em conta a realidade arquipelágica dos Açores.

Este é mais um investimento que melhora o acesso dos utentes ao Serviço Regional de Saúde, salientou Luís Cabral, na medida em que permite ao utente ouvir uma segunda opinião relativamente ao seu estado clínico, contribuindo, assim, para uma decisão mais acertada em relação ao doente.

Este projeto insere-se no objetivo do Governo dos Açores de dar uma resposta adequada às necessidades de saúde dos utentes, através da oferta de serviços modernos.
GaCS/AIC

Comments are closed.

%d bloggers like this: