Ilhas Bruma – Açores

Açores Online "Antes morrer livres que em paz sujeitos"

Tag Archives: encargos financeiros

Açores asseguram poupança de 12 milhões de euros em encargos financeiros

O Vice-Presidente do Governo dos Açores anunciou hoje que a Região conseguiu obter “novas condições de financiamento” que vão assegurar uma “poupança de 12 milhões de euros”.

“Esta renegociação permitiu reduzir as taxas de juro dos financiamentos existentes para um valor substancialmente mais baixo, inclusivamente daquilo que a República está a conseguir obter”, afirmou Sérgio Ávila.

O governante revelou que a taxa fixa obtida pelo Governo dos Açores foi de 1,85 por cento, realçando que se trata de uma taxa “bastante abaixo do padrão médio do país para financiamentos a 10 anos, que está nos 2,4 por cento”.

Sérgio Ávila salientou que a poupança de 12 milhões de euros agora alcançada tem também a vantagem adicional de tornar a Região “imune a riscos de liquidez nos mercados a médio prazo”, permitindo ainda “suavizar de forma significativa” o perfil de reembolso dos financiamentos e, com isso, “criar um adicional de estabilidade nas finanças regionais”.

“Este processo, que agora concluímos com enorme sucesso, demonstra, mais uma vez, a credibilidade dos Açores nos mercados financeiros internacionais, na medida em que conseguimos não só anular qualquer risco de liquidez, como também uma poupança muito significativa, na ordem dos 12 milhões de euros, e assegurar valores de taxas de juro significativamente abaixo daqueles que a República tem conseguido obter”, afirmou o Vice-Presidente do Governo.

Sérgio Ávila enfatizou “o trabalho profundo, efetuado ao longo dos últimos meses”, para a conclusão deste processo de reestruturação, no valor de 147,5 milhões de euros, o qual cria condições para “uma sustentabilidade reforçada das finanças públicas regionais”.
GaCS/CT

Anúncios

Governo reduz encargos financeiros da SAUDAÇOR com aval que permite pagamento antecipado de empréstimos O Governo dos Açores autorizou a concessão de um aval à SAUDAÇOR – Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos de Saúde dos Açores, no valor de 50 milhões de euros, para a reestruturação do financiamento da empresa, reduzindo os encargos financeiros daí decorrentes e permitindo, também, o pagamento antecipado de empréstimos contraídos. A medida, hoje anunciada, na Horta, na apresentação do comunicado da reunião do Conselho do Governo, surge no âmbito da gestão do Serviço Regional de Saúde, de modo a otimizar os recursos e assegurar a continuidade da prestação dos serviços neste setor. A poupança decorre do abaixamento muito significativo das taxas de juro obtidas nos mercados financeiros, permitindo assim, sem qualquer aumento do endividamento da Região, garantir uma redução anual de 2,3 milhões de euros nos respetivos custos financeiros. Por outro lado, com o financiamento procede-se à antecipação, para este ano, do pagamento de empréstimos que só estava previsto serem amortizados nos próximos anos. A Secretária Regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Isabel Rodrigues, na apresentação do comunicado, revelou que o Conselho do Governo aprovou ainda o novo regime de apoio à habitação pela via do arrendamento, designado por Programa Famílias com Futuro. Com este programa, em menos de quatro anos de vigência o Governo Regional já possibilitou o acesso generalizado a uma habitação permanente condigna e adequada às expectativas de mais de um milhar de famílias açorianas. A nova regulamentação traz uma majoração para as famílias monoparentais e cria critérios de atribuição de habitação a famílias consideradas em situação de grave carência habitacional e prolonga, por um novo período de candidaturas, o apoio aos beneficiários que tenham atingindo os cinco anos no âmbito do incentivo ao arrendamento. O Conselho do Governo decidiu ainda criar o Sistema de Atribuição de Produtos de Apoio na Região Autónoma do Açores (SAPA-RAA), ao qual podem aceder pessoas com deficiência e, ainda, as pessoas que, por uma incapacidade temporária, necessitam de produtos de apoio. Na área da educação, o Conselho do Governo decidiu autorizar a abertura do concurso público internacional para a adjudicação da empreitada de construção de novas instalações para a Escola Básica do 2.º Ciclo Canto da Maia, em Ponta Delgada, e aprovar uma proposta de Decreto Legislativo Regional que altera o Estatuto do Pessoal Docente da Educação Pré-Escolar e dos Ensinos Básico e Secundário na Região Autónoma dos Açores. GaCS/SF

O Governo dos Açores autorizou a concessão de um aval à SAUDAÇOR – Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos de Saúde dos Açores, no valor de 50 milhões de euros, para a reestruturação do financiamento da empresa, reduzindo os encargos financeiros daí decorrentes e permitindo, também, o pagamento antecipado de empréstimos contraídos.

A medida, hoje anunciada, na Horta, na apresentação do comunicado da reunião do Conselho do Governo, surge no âmbito da gestão do Serviço Regional de Saúde, de modo a otimizar os recursos e assegurar a continuidade da prestação dos serviços neste setor.

A poupança decorre do abaixamento muito significativo das taxas de juro obtidas nos mercados financeiros, permitindo assim, sem qualquer aumento do endividamento da Região, garantir uma redução anual de 2,3 milhões de euros nos respetivos custos financeiros.

Por outro lado, com o financiamento procede-se à antecipação, para este ano, do pagamento de empréstimos que só estava previsto serem amortizados nos próximos anos.
GaCS/SF

Governo dos Açores reduz encargos financeiros de empresas concedendo avales

O Governo dos Açores, no âmbito do processo de reestruturação dos financiamentos bancários das empresas do Setor Público Empresarial Regional (SPER), decidiu conceder avales a cinco empresas.

Este apoio, que assegura a concessão de avales no valor total de 26 milhões de euros, insere-se na política de gestão dos recursos financeiros que o Governo dos Açores tem preconizado e promovido no SPER, permitindo às empresas reduzir os custos financeiros com as operações bancárias existentes, baixando os seus encargos através da garantia prestada pelo Governo, sem aumentar o montante dos empréstimos contraídos.

Por outro lado, os avales concedidos asseguraram um apoio à concretização das operações de refinanciamento e reestruturação dos seus financiamentos sem qualquer aumento do endividamento das empresas abrangidas e reduzindo os seus custos financeiros.

Os avales concedidos pelo Governo dos Açores, através de uma resolução hoje publicada no Jornal Oficial, foram de 12,1 milhões de euros à Saudaçor – Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos da Saúde dos Açores, dois milhões ao Hospital da Horta, 4,2 milhões à Ilhas de Valor, 2,2 milhões à SINAGA e 5,5 milhões à Sociedade de Promoção e Reabilitação de Habitação e Infraestruturas (SPRHI).

GaCS/VPECE

Governo dos Açores reduz em 350 mil euros por ano os encargos financeiros da Saudaçor

O Governo dos Açores, no âmbito do processo de reestruturação dos financiamentos bancários da Saudaçor – Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos da Saúde dos Açores, S.A., conseguiu reduzir de forma significativa os custos financeiros de duas operações bancárias existentes.

Com esta negociação será possível à Saudaçor poupar, por ano, 350 mil euros em encargos financeiros através da contratualização de condições de financiamento mais baratas.

Através de dois financiamentos avalizados pelo Governo dos Açores, no valor de 25 milhões de euros, foi possível liquidar dois empréstimos de igual montante e assim usufruir de condições financeiras mais vantajosas e com menores custos, mantendo sem qualquer alteração o total de financiamento bancário da Saudaçor.

Estes avales asseguram assim a concretização de uma efetiva redução dos encargos financeiros a suportar pela empresa, resultando nesse âmbito uma poupança anual muito significativa.

GaCS/CT

%d bloggers like this: